Damares quer mostrar benefícios de não transar em campanha de abstinência sexual

Damares quer mostrar benefícios de não transar em campanha de abstinência sexual

O governo federal não quer dar chance ao azar e irá começar a promover a primeira campanha de abstinência sexual, como meio de evitar a gravidez na adolescência, no dia 3 de fevereiro, e, assim, estar na ativa durante o Carnaval.

Segundo O Globo, a campanha que irá chegar às ruas tem uma estratégia de marketing para divulgar o que o governo chama de "iniciação sexual não precoce" está sendo desenhada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, chefiado pela ministra Damares, em conjunto com o Ministério da Saúde e terá foco inicial nas redes sociais. O público alvo são jovens entre 10 a 18 anos.

O objetivo é mostrar aos meninos e meninas os benefícios de adiar o início da vida sexual. De acordo com o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Maurício José Silva Cunha, a argumentação não é pautada em elementos religiosos e sim em estudos científicos - que não foram divulgados até o momento.

Rede Nordeste