Diarreia, arboviroses e gripes são doenças comuns desta época do ano em Santa Quitéria

Diarreia, arboviroses e gripes são doenças comuns desta época do ano em Santa Quitéria

A quadra chuvosa de Santa Quitéria começa oficialmente em março, mas fortes chuvas já têm sido registradas nos últimos dias. Nesta época do ano, casos de doenças respiratórias, arboviroses, diarreias e leptospirose costumam ser mais frequentes.

De acordo com especialistas, o aumento destas doenças em época de chuva se dá porque, com a queda das temperaturas, “as pessoas costumam se aglomerar mais em locais fechados e isso faz com que a transmissão de vírus seja mais fácil”.

Resfriados e gripes
Os resfriados são infecções menos intensas do que as gripes, mas com sinais parecidos. A transmissão acontece principalmente pelo ar e pelo contato com superfícies ou objetos contaminados. Os sintomas mais relatados são corrimentos no nariz, inflamação da garganta e tosse com secreção. Uma gripe pode evoluir para uma pneumonia, caracterizando um quadro mais grave.

Pessoas que já possuem doenças crônicas como asma, enfisema pulmonar ou doença cardíaca precisam estar mais atentas ao risco de adquirir uma gripe. Isso porque, quem tem uma doença crônica, pode apresentar uma gripe mais severa.

Orientações para prevenção
  • Evite locais com aglomerações;
  • Evite o contato com pessoas doentes;
  • Sempre leve um frasco de álcool em gel para higienizar as mãos para evitar a contaminação por meio do contato com superfícies ou objetos;
  • Se você tem algum sintoma, sempre cubra a região da boca e do nariz ao espirrar ou tossir e procure um médico.

Arboviroses
A população de mosquitos tende a se proliferar com o acúmulo de água parada e aumento da umidade. Isso resulta no crescimento do número de arboviroses, doenças transmitidas por mosquitos. As mais comuns são a dengue, a zika e chikungunya, transmitidas pelo aedes aegypti. Pessoas com essas doenças apresentam febre, dor nos olhos e no corpo e manchas vermelhas na pele.

Orientações para prevenção
  • Verifique se onde você mora existem focos de reprodução do mosquito, como recipientes com água parada, pneus, garrafas vazias e pratos de plantas;
  • Coloque telas nas janelas;
  • Descarte corretamente seu lixo;
  • Limpe as calhas
  • Use repelente

Doenças transmitidas pelo contato com água contaminada
As águas da chuva que alagam as ruas e avenidas nesta época do ano podem carregar bactérias e micro organismos perigosos. Doenças como a gastroenterite, que pode se manifestar com diarreia, náusea e vômitos, são adquiridas por meio do contato com essa água.

Outra enfermidade muito comum, adquirida por meio da urina dos ratos, é a leptospirose. A doença bacteriana é considerada grave porque atinge órgão vitais como fígado e rim e pode levar à morte. Os principais sintomas são febre alta, dor de cabeça, sangramento e coloração amarelada da pele e dos olhos.

Orientações para prevenção
  • Evite entrar em contato com água da chuva nas ruas e bicas;
  • Higienize bem os alimentos, como frutas e verduras, com água ;
  • Só consuma alimentos ou líquidos em estabelecimentos nos quais você confia ou saiba a procedência.