Falsos médicos que atuavam no Ceará são alvos de mandados de prisão em operação

Falsos médicos que atuavam no Ceará são alvos de mandados de prisão em operação

A Polícia Civil deflagrou no começo da manhã desta sexta-feira (10), mais uma operação de combate ao crime no Ceará. Batizada de “Filho de Hipócrates” (o pai da Medicina), a ação tem como objetivo a prisão de falsos médicos que estavam atuando em unidades hospitalares de cidades da região do Maciço de Baturité. Os policiais cumprem quatro mandados de prisão e outros quatro de busca e apreensão expedidos pela Justiça.

A operação está sendo coordenada pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI Norte) e mobiliza equipes de 20 policiais (inspetores e delegados) que fazem diligências na Capital cearense e em mais três municípios cearenses: Paraipaba, Tabuleiro do Norte e Alto Santo.

As investigações sobre o caso vinham sendo realizadas em sigilo pela Delegacia Regional de Polícia Civil de Baturité (a 97Km de Fortaleza), após o recebimento de denúncias segundo as quais, falsos médicos estavam atuando em hospitais e clínicas públicas e particulares em cidades daquela região, colocando em sério risco a saúde de milhares de pessoas, pacientes que buscavam tratamento para doenças de várias naturezas.

Fernando Ribeiro