Governo deve abandonar ideia de contratar militares no INSS

Governo deve abandonar ideia de contratar militares no INSS

Robson Bonin, da Veja

Uma reunião da cúpula da Secretaria Especial de Previdência nesta terça praticamente sepultou a ideia do governo de convocar 7.000 militares da reserva para auxiliar o INSS a desafogar a fila de pedidos de aposentadoria no órgão.

Com entraves legais para colocar de pé a medida, que envolveria treinamento dos militares, e temendo a ameaça de greve do funcionalismo, a equipe da Previdência buscou uma nova alternativa.

O time de Rogério Marinho deve trabalhar agora na redação de um decreto que autorize o governo a convocar servidores aposentados do INSS para um período especial de trabalho até que a situação na fila de pedidos de aposentadoria seja normalizada.