Ministério Público ajuíza Ação Civil Pública contra ex-prefeita de Varjota

Ministério Público ajuíza Ação Civil Pública contra ex-prefeita de Varjota

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa contra Rosa Cândida de Oliveira Ximenes, ex-prefeita de Varjota e o seu marido, o líder político Glediston Paulino Ximenes, mais conhecido como “Glerton Paulino”, ambos do MDB.

A ação indica que Rosa cometeu, em parceria com Glerton, ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública, violando os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às instituições, e notadamente tendo praticado ato visando fim proibido em lei.

Trata-se de fato ocorrido durante o pleito municipal de 2016, quando Rosa, então prefeita, em concordância com o seu esposo, exonerou servidor por supostamente não estar alinhado à candidatura de sua aliada política, Célia Rodrigues (MDB), atual prefeita de Varjota, representando claramente, na visão do Ministério Público, uma retaliação eleitoral.

O Promotor de Justiça da Comarca de Varjota, indicou que a prática vai contra o princípio constitucional da Moralidade e que embora a Constituição Federal vede essas práticas, “muitos chefes do executivo municipal, inebriados pelo ranço imperial, ainda acreditam que a consagração das urnas permite a premiação dos seus asseclas, cabendo aos opositores a cominação de castigos e punições.