Piso salarial tem, em 2020, impacto de R$ 420 mi nos cofres dos Municípios do CE

Piso salarial tem, em 2020, impacto de R$ 420 mi nos cofres dos Municípios do CE

O reajuste do piso salarial para os professores do ensino fundamental, que entrou em vigência no dia primeiro de janeiro, por meio de lei federal, terá um impacto de R$ 420 milhões nas contas das 184 Prefeituras do Ceará. A previsão é feita pelo consultor da área econômica da Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece), José Irineu Carvalho.

O piso salarial do magistério público teve um reajuste de 12,84% e passou para R$ 2.886,00. Uma das preocupações entre os gestores municipais, segundo José Irineu, é que, em 2020, as receitas do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) terão um crescimento de 1,75%, enquanto as lideranças municipalistas faziam uma previsão de crescimento de 4%.

“O grande problema ele se dá através dos anos. Se nós formos comparar o ano de 2011 par ao ano de 2020 nós tivemos um crescimento de receita nesse período de 74% e um crescimento do piso salarial de 143%, ainda tendo que considerar o crescimento da folha em função das vantagens dos planos de carreira”, afirma o consultor.

Ceará Agora