Sindicato dos Servidores de Santa Quitéria apresenta reivindicações à Secretaria de Educação

Sindicato dos Servidores de Santa Quitéria apresenta reivindicações à Secretaria de Educação

O Sindicato dos Servidores Públicos de Santa Quitéria esteve, nesta quarta-feira (08), em reunião com a Secretária Municipal de Educação, Irandir Gomes de Paiva, para apresentar a Campanha Salarial 2020 da categoria, que tem como tema “A Esperança Tá na Rua – É tempo de derrotar o neoliberalismo e defender o serviço público!”.

Na oportunidade, a presidente Germana Aragão narrou os eixos da pauta laboral direcionada aos servidores da educação de Santa Quitéria, que inclui:
  • Fardamento e equipamento de proteção individual para Auxiliares de Serviços Gerais, em especial, para as merendeiras e os vigias, ressaltando a necessidade de estarem uniformizados e identificados em seus locais de trabalho;
  • Custeio de deslocamento para os Auxiliares de Serviços Gerais que gastam com deslocamento até seus locais de trabalho;
  • Pagamento do adicional de periculosidade dos vigias, tendo em vista que tanto os que labutam durante o período matutino como noturno estão expostos a diversos perigos;
  • Reivindicação de medidas contra as perdas salariais dos motoristas e dos digitadores, assim como a necessidade de terem seus salários-base reajustados, tendo em vista que estão há oito anos sem o reajuste de sua remuneração, tendo equiparado seu salário-base ao mínimo ainda em 2015;
  • Reajuste salarial nacional no percentual de 12,84% para os professores e as professoras da rede municipal, assim como o cumprimento do Plano de Cargo Carreira e Salário do Magistério e que o reajuste abranja também os Psicopedagogos e Supervisores Escolares;
  • Aplicação da avaliação de desempenho aos profissionais da educação;
  • Remanejamento de professores com desvio de função da folha dos 60% para a folha dos 40% do FUNDEB, como forma de valorizar o profissional que atua em sala de aula;
  • Escolha do Núcleo Gestor das Unidades Escolares, para que sejam realizadas seleções e para que sejam escolhidos por meio do voto direto da comunidade escolar, de acordo com o que determina o Plano Municipal de Educação.