Bolsonaro e Lorenzoni criticam Cid em live: "Uma irresponsabilidade, um desequilíbrio", diz ministro

Bolsonaro e Lorenzoni criticam Cid em live: "Uma irresponsabilidade, um desequilíbrio", diz ministro

Bemfica de Oliva

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou sua transmissão ao vivo semanal nesta quinta-feira, 20, para criticar o senador e ex-governador do Ceará, Cid Gomes, que foi baleado nessa quarta-feira, 19, após tentar invadir o 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), em Sobral, com uma retroescavadeira.

Bolsonaro iniciou os ataques criticando matérias do UOL que apontam o vereador Sargento Ailton (Solidariedade) como um dos líderes do motim no 3º BPM. O parlamentar demonstra apoio a Bolsonaro desde 2017, sendo cabo eleitoral do presidente em Sobral durante as eleições de 2018. Além de ter sido um dos líderes da paralisação de policiais ocorrida entre 2011 e 2012, Ailton estava na linha de frente do quartel na quarta-feira, tendo inclusive publicado vídeo ao vivo em suas redes sociais em que estava no local.

Em seguida, passando a palavra ao agora ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni (DEM-RS), Bolsonaro fala: “Aquele cara, não fala o nome dele não, que subiu no trator e foi empurrar o portão com crianças, mulheres, ele agiu corretamente ou não? Não fala o nome dele não?”, ao que o titular da pasta da Cidadania responde: "é uma irresponsabilidade, um desequilíbrio".