Prefeito de Granjeiro retorna ao cargo um dia após afastamento

Prefeito de Granjeiro retorna ao cargo um dia após afastamento

Vitor Magalhães, do O POVO

O prefeito de Granjeiro, Ticiano Tomé, foi reintegrado ao cargo nesta terça-feira, 18, após afastamento provisório de 90 dias decretado em sessão da Câmara Municipal de Vereadores, ocorrida nessa segunda-feira, na qual seis parlamentares votaram a favor do afastamento e três contra.

O Juízo da Vara Única da comarca de Caririaçu entendeu que o afastamento foi feito "com arbitrariedade e em desconformidade com as normas jurídicas" e determinou a recondução imediata do prefeito ao exercício de suas funções, suspendendo a decisão anterior dos parlamentares.

A sessão que definiu o afastamento de Tomé, empossou o presidente da Câmara, Luis Marcio Pereira (PMN), e foi transmitida pelas redes sociais. Ao final, a população presente no local aplaudiu a decisão sob gritos de “justiça”.

Ticiano Tomé e seu pai, Vicente Felix, são suspeitos de envolvimento no assassinato do ex-prefeito de Granjeiro, João Gregório, o João do Povo, morto com três tiros no dia 24 de dezembro, véspera de Natal, enquanto caminhava nas proximidades do Açude do Junco.