Vídeo mostra homem, que seria Cabo Sabino, distribuindo dinheiro para mulheres de PMs na calçada da AL

Vídeo mostra homem, que seria Cabo Sabino, distribuindo dinheiro para mulheres de PMs na calçada da AL

Um vídeo obtido pelo O Otimista mostra um homem, identificado por uma fonte como sendo o ex-deputado federal pelo PR Cabo Sabino, distribuindo dinheiro para mulheres na calçada da Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE). De acordo com esta fonte, as pessoas que receberam o dinheiro retirado de dentro de uma picape modelo Mitsubishi L200 Triton, aos 40 segundo do vídeo, são as esposas de policiais militares que organizaram uma manifestação na AL-CE, na última terça-feira, 18.


Após a distribuição do dinheiro, o grupo seguiu para impedir o acesso ao 18º Batalhão da Polícia Militar (PM), no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza. No mesmo dia em que foi gravado o vídeo atribuído ao ex-congressista e militar reformado distribuindo os valores, foi deflagrado um motim por parte da tropa da PM, que não aceitou o acordo com o Governo do Estado mediado pelas lideranças da categoria. Esta reestruturação da carreira causaria impacto anual de aproximadamente R$ 500 milhões nas contas do Estado.

De acordo com o artigo 286 do Código Penal Brasileiro, “incitar, publicamente, a prática de crime” prevê pena de detenção, de três a seis meses, ou multa. A Constituição Federal, no artigo 142, proíbe greve de militares, pois trata-se de um serviço essencial para a população. Esta situação é prevista no inciso IV deste artigo: “ao militar são proibidas a sindicalização e a greve”. Já o artigo 152 do Código Penal Militar caracteriza o ato como “conspiração para crime de motim”.

Na sessão da ALCE desta quinta-feira, 20, o vídeo que mostra a distribuição de dinheiro foi denunciado na tribuna pelos deputados Tin Gomes, Osmar Baquit e Guilherme Landim, do PDT. Todas condenaram a agressão à bala sofrida pelo senador Cid Gomes (PDT) na tarde de ontem.

O episódio se assemelha a outro, de 2013, quando o então vereador Capitão Wagner, hoje deputado federal pelo Pros, foi flagrado distribuindo dinheiro para mulheres de policiais que tentavam impedir a saída de tropa que faria a segurança em jogo no Castelão.

O Otimista