PUBLICIDADE

Acordo que põe fim ao motim dos PMs no Ceará é assinado em Fortaleza

O documento do acordo que permitiu o fim do motim dos policiais militares no Ceará foi assinado na manhã desta segunda-feira (2), na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ). A paralisação dos policiais militares durou 13 dias. Uma comissão permanente vai ser instalada para acompanhar os processos administrativos e também para debater as demais demandas da pauta de reivindicação.

O presidente da OAB-CE, Erinaldo Dantas, afirmou que os militares precisam trabalhar motivados. Destacou que os representantes que sentaram para negociar o fim da paralisação estavam embutidos em resolver o problema. 

"Queremos que vocês (militares) trabalhem motivados, com dignidade e respeito da população. Dou testemunho de que os seus representantes que negociaram com a gente nos últimos momentos todos com intuito de solucionar a crise. Dou meu testemunho pessoal que os policiais não quiseram estar naquela situação, queriam encerrar esse conflito", disse.

Uma das lideranças do motim, o sargento Reginauro, disse que o movimento deixa grandes lições para as autoridades locais e que os policiais devem ter os seus direitos respeitados. "Não podemos lembrar da polícia apenas quando se fazem ausentes. Confio nessa autoridades que aqui estão".

Diário do Nordeste
Tags
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget