Em meio à pandemia de coronavírus, Brasil precisaria de 3.200 novos leitos de UTI no SUS | A Voz de Santa Quitéria
PUBLICIDADE

Em meio à pandemia de coronavírus, Brasil precisaria de 3.200 novos leitos de UTI no SUS

Com um cenário de transmissão comunitária do novo coronavírus no Brasil se avizinhando, segundo avaliação do Ministério da Saúde, os dados sobre disponibilidade de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no país preocupam: dos 16 mil leitos adultos existentes no Sistema Único de Saúde (SUS), 95%, ou 15.200, estão ocupados.

Para suprir a crescente demanda em um cenário de avanço da epidemia no país, a capacidade deveria aumentar 20%, ou seja, seriam necessários ao menos 3.200 novos leitos de UTI. Os números são da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), consolidados por meio do projeto UTIs Brasileiras.

Segundo recomendações da OMS e do Ministério da Saúde, explica Rezende, a taxa ideal de disponibilidade é de 10 a 30 leitos de UTI para cada 100 mil habitantes. Hoje, o SUS tem 10 leitos para 100 mil habitantes, porém preocupa a ocupação quase total. Na rede particular, acrescenta, a taxa é de 40 leitos para cada 100 mil habitantes.

Casos graves de coronavírus — mais frequentes em idosos e pessoas com deficiência de imunidade — necessitam internação em UTI com isolamento respiratório, principalmente pela chance de propagação da doença por gotículas.

O Globo
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget