Maranguape inaugura unidade de acolhimento para pessoas em situação de rua

Maranguape inaugura unidade de acolhimento para pessoas em situação de rua

O município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), passou a contar com um espaço de acolhimento para pessoas em situação de rua com capacidade para 30 pessoas. O equipamento foi inaugurado nesta quarta-feira (25). Atualmente, nove homens e uma mulher estão sendo acolhidos no local, que fica no antigo Colégio Santa Rita, no bairro Guabiraba, e conta com espaços de convivência e quadra poliesportiva. 

“São pessoas que estão nas ruas às vezes por escolha, por vício, por diversas questões sociais, é preciso conscientizar”, ressalta Samara Cordeiro, secretária adjunta do Trabalho e Desenvolvimento Social de Maranguape. Segundo ela, o espaço foi montado “com lençóis, toalhas, kits individuais de higiene para atendê-los”. As pessoas em situação de rua passaram por uma abordagem social de sensibilização e orientação antes de irem ao local. A medida faz parte do Planejamento Emergencial da Assistência Social no Enfrentamento ao Covid-19.

Além de Maranguape, outros municípios, como Fortaleza, Crato e Juazeiro do Norte, adotaram medidas semelhantes. No Crato, Região do Cariri, a unidade de isolamento social para pessoas em situação de rua fica na sede da Pastoral do Menor, no bairro Alto da Penha. São 22 vagas disponíveis. Em Juazeiro do Norte, a unidade fica no Centro Administrativo do Cariri, ao lado do Vapt-Vupt. O alojamento tem espaço para 30 pessoas. 

Diário do Nordeste