Tasso defende isolamento social e teme agravamento da crise com conflito entre presidente e governadores

Tasso defende isolamento social e teme agravamento da crise com conflito entre presidente e governadores

O senador Tasso Jereissati (PSDB) defendeu, em entrevista ao Jornal O Globo, publicada, nesta segunda-feira, o isolamento social como medida para salvar vidas e expôs preocupação com o cenário de agravamento da crise política com a desarticulação entre o presidente Jair Bolsonaro e os governadores. Tasso elogiou as ações dos governos estaduais que não foram omissos nas medidas de enfrentamento ao coronavíus.

Governador do Estado por três mandatos e, hoje, no segundo mandato no Senado, Tasso externa uma certeza: "o confinamento horizontal é o que tem de ser feito. O resto é incerteza"’. O tucano alerta: "É evidente que não se pode esquecer da economia, mas a prioridade neste momento é salvar vidas humanas e conseguir controlar o ritmo de crescimento dos casos no país. Caso não se controle, nós vamos também entrar em derrocada econômica".
Ao falar sobre os contratempos entre a posição do presidente Bolsonaro, que prega o fim do isolamento social, e os governadores, o senador cearense faz outro diagnóstico para sinalizar desdobramentos ruins no cenário político. "Acho que está faltando um comando. Falta uma centralização de toda a estratégia do combate ao coronavírus. Desde a economia até a saúde". observa.

O Globo