“Vocês acabaram de assinar minha demissão”, diz Cabo Sabino após PM aceitar fim da greve

“Vocês acabaram de assinar minha demissão”, diz Cabo Sabino após PM aceitar fim da greve

O ex-deputado federal Cabo Sabino fez pronunciamento, na noite deste domingo, 1º, após os policiais militares acatarem a proposta da comissão especial, formada por membros dos três poderes estaduais e por representantes dos PMs, e encerrarem o motim. O discurso foi transmitido através de rede social.

“A maioria decidiu, já está votado. Vamos respeitar. Mas vocês acabaram de assinar a minha demissão. Eu não tenho dúvidas”, destacou o ex-parlamentar, líder do motim.

Confira o vídeo



Na ocasião, forças de segurança foram enviadas ao 18º Batalhão da PM, em Fortaleza, para apaziguar a situação no local, contudo, começou a ser divulgada a informação de que Sabino seria preso, gerando movimentação no local. No entanto, o ex-deputado se pronunciou novamente e disse que ninguém ia prendê-lo.

“Não tem ninguém me prendendo, não tem nada disso. Eles [agentes de segurança] não vão fazer isso. Vieram aqui para pacificar”, destacou Sabino, pedindo calma à população. As informações divulgadas, no entanto, é que o Cabo deve apresentar-se amanhã, com advogado, ao quartel em que está lotado.

No último dia 21 de fevereiro, a Controladoria Geral da Disciplina (CGD) instaurou Conselho de Disciplina para apurar a conduta do ex-deputado e “a incapacidade moral do mesmo de permanecer nos quadros da Polícia Militar do Ceará”. A informação estão nas páginas 94 e 95 do DOE. Além disso, sua identificação funcional, distintivo, arma e algema e “qualquer outros instrumento de caráter funcional que esteja em posse do servidor” foram retidos.

Repórter Ceará