Comércios às margens de BRs e CEs podem funcionar para dar suporte a caminhoneiros no Ceará

Comércios às margens de BRs e CEs podem funcionar para dar suporte a caminhoneiros no Ceará

Decreto do governo do Ceará publicado nesta segunda-feira (30) determinou a criação de uma "Linha Verde de Logística e Distribuição" no estado, situada às margens de rodovias estaduais e federais onde será permitida a abertura de comércio e serviços essenciais para dar suporte ao transporte de carga destinado ao abastecimento da população. O mesmo decreto suspendeu aulas presenciais até 4 de maio.

Dessa forma, estabelecimentos como restaurantes, postos e oficinas localizados em trechos às margens de rodovias que cortam o Ceará vão poder funcionar normalmente, já que dão assistência aos caminhoneiros que permanecem circulando nas estradas para garantir o abastecimento das cidades.

"Ficam denominadas de Linha Verde de Logística e Distribuição do Estado as áreas situadas nas rodovias estaduais e federais do território cearense onde funcionem os setores do comércio necessários a viabilizar o transporte de carga destinado ao abastecimento da população, bem como indispensáveis ao atendimento de serviços públicos essenciais", diz o documento.

Comércio e serviços não essenciais estão proibidos de funcionar até 5 de abril como forma de evitar aglomeração e para que as pessoas não saiam de casa, o que, conforme autoridades mundiais de saúde, pode frear o contágio pelo novo coronavírus.

G1 CE