Flávio Bolsonaro financiou construção de prédios de milícia no Rio, afirma The Intercept

Flávio Bolsonaro financiou construção de prédios de milícia no Rio, afirma The Intercept

O deputado federal Flávio Bolsonaro utilizou dinheiro da “rachadinha” à época que trabalhava na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro para a construção de prédios de uma das milícias que atual no Estado. É o que aponta reportagem do site The Intercept, cujo um dos fundadores é o jornalista norte-americano Glenn Greenwald.

Segundo o site, documentos sigilosos levantados pelo Ministério Público do Rio comprovam a participação do filho de Jair Bolsonaro na operação ilegal. Três construtoras teriam levantado os prédios com o dinheiro da “rachadinha”.

Para chegar a Flávio, os investigadores do Ministério Público cruzaram dados bancários de 86 pessoas suspeitas de envolvimento no esquema.

O senador receberia o lucro do investimento nas construções ilegais. Os repasses teriam sido realizados pelo ex-capitão do Bope, conhecido como Adriano da Nóbrega. O militar foi morto em confronto com a PM,  em fevereiro, na Bahia. As investigações apontam que outro que repassava os lucros para Flávio era o ex-assessor Fabrício Queiroz, que mantinha relações pessoais com o presidente Jair Bolsonaro e sua família.

Focus.jor