Fortaleza e mais quatro capitais estão próximas do colapso do sistema de saúde, aponta pesquisa

Fortaleza e mais quatro capitais estão próximas do colapso do sistema de saúde, aponta pesquisa

O sistema de saúde de cinco capitais brasileiras — Manaus, Macapá, São Paulo, Fortaleza e Palmas — está próximo do colapso. É o que aponta um índice desenvolvido por pesquisadores de quatro universidades brasileiras e que mensura, por meio de um modelo matemático, a utilização da estrutura hospitalar pública e privada.

O índice considera a quantidade de leitos clínicos, respiradores e de médicos em fevereiro, de acordo com informações do DataSUS, e o número de casos confirmados e óbitos até 20 de abril por Covid-19, registrado pelas secretarias de saúde e coletados pelo Brasil.IO. O cálculo foi feito por pesquisadores da Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo (EESC/USP), Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Universidade Estadual Paulista (Unesp-Bauru) e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

De acordo com o índice, quanto mais perto de 1 estiver a estrutura hospitalar de uma região, maior a probabilidade do seu limite ou do colapso. É o caso das cinco capitais citadas. Em Manaus, a disparada de mortes também já afeta cemitérios, onde há filas de carros funerários. A capital do Amazonas somou até esta quarta-feira 1.958 casos confirmados e 163 mortes para Covid-19.

Segundo o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), o pior momento da crise do coronavírus na cidade será a partir de 15 de maio, estendendo-se por todo o mês de junho.

O Globo