Hospital Leonardo da Vinci registra 5 mortes por coronavírus e 13 pacientes com alta médica após internação

Hospital Leonardo da Vinci registra 5 mortes por coronavírus e 13 pacientes com alta médica após internação

Desde o início do funcionamento do Hospital Leonardo da Vinci, no dia 25 de março, cinco pacientes diagnosticados com Covid-19 morreram e 13 pacientes receberam alta após receberam o tratamento. A unidade de saúde, que fica localizada no Centro de Fortaleza, foi reativada exclusivamente para o tratamento do novo coronavírus.

O Ceará atingiu o número de 35 óbitos causados por Covid-19, conforme dados obtidos até última atualização (7) na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará,às 14h25 desta terça-feira. Além disso, o estado tem 1.114 pacientes infectados no mesmo período. 

Segundo a Secretaria da Saúde, 39 dos 210 leitos disponíveis no hospital estão ocupados, o que representa uma taxa de ocupação de 18,57%. Os pacientes permanecem internados por, em média, 4,6 dias.

A ocupação da UTI se destaca sobre a de clínica médica, uma vez que 13 dos 30 leitos estão ocupados. No caso dos leitos de clínica, estão sendo utilizados 26 do total de 180.

Pacientes do sexo masculino representam a maior parte dos internados na unidade, sendo 61,54% do total. A faixa etária predominante entre os pacientes homens é de 60 a 69 anos, que reúne oito pessoas. Já entre as mulheres internadas, três têm entre 70 e 74 anos – intervalo de idade mais comum entre o sexo feminino.

Dos 39 pacientes, 28 são residentes de Fortaleza, e dois moram no Eusébio. Cada um dos demais reside em municípios distintos, que são: Sobral, Jaguaretama, Icapuí, Pindoretama, Quixeré, Limoeiro do Norte, Canindé, Horizonte e Independência.