Milícia obriga reabertura de comércio no Rio para manter cobrança de taxas | A Voz de Santa Quitéria

PUBLICIDADE


Milícia obriga reabertura de comércio no Rio para manter cobrança de taxas

Comerciantes de áreas da Zona Oeste e Região Metropolitana do Rio dizem que são obrigados a trabalhar para pagar a taxa da milícia, apesar das restrições para o isolamento social como prevenção ao coronavírus.

Segundo as denúncias, grupos paramilitares usam ameaças para obrigar vendedores e comerciantes a manterem as portas dos estabelecimentos abertas durante a pandemia.

Na Zona Oeste, a TV Globo flagrou funcionamento normal do comércio na Gardênia Azul, Rio das Pedras e Muzema. Comerciantes relatam que os milicianos pedem dinheiro dizendo que é para pagar ajuda da polícia.

"Os milicianos daqui, cara, ficam oprimindo a gente, entendeu? Mandando ficar com o bar aberto, que nós 'tem' que ficar pra fazer dinheiro pra pagar eles, pra eles 'poder' pagar os caras da cobertura da PM", relata outro morador.

Ainda de acordo com os relatos, os boletos com a cobrança da milícia chega nas casas no Itanhangá e tem o nome do morador. Algumas famílias dizem que na atual situação da pandemia da Covid-19 tem poucos recursos para sobreviver e se sentem ameaçadas.

"Por causa do vírus, a gente não pode pagar nem as contas, quanto mais eles. Outro dia, faltou até o do pão, para tomar café de manhã, aí vão lá em casa para pegar dinheiro? Não tem como", desabafa morador.

G1
Tags
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget