Nove anos depois, Açude Araras volta a sangrar; assista ao vivo

Nove anos depois, Açude Araras volta a sangrar; assista ao vivo

Moradores de Varjota e toda região norte cearense festejam com muita alegria, a sangria do açude Paulo Sarasate, o quarto maior reservatório do Estado. Após dias de muita expectativa, o Araras atingiu a sua capacidade máxima nesta quinta-feira (23).

A barragem começou 2020 com pouco mais de 52%, tendo iniciado a sua curva de maneira mais intensa em 25 de março - quando houve o arrombamento de açudes e fortes enchentes no município de Hidrolândia, desembocando em suas águas, aliado às chuvas que aumentaram em 26% o seu volume.

Inaugurado em 1958 pelo presidente Juscelino Kubitschek, o reservatório é responsável pelo abastecimento de cinco cidades, além da irrigação de milhares de hectares, da criação de peixes e da geração de 6 mil watts de energia.

Com capacidade máxima de 859 milhões de metros cúbicos, ele já sangrou 19 vezes, tendo sido a última em maio de 2011. Em janeiro de 2017, após longos anos de estiagem, o Araras atingiu o menor volume já registrado das suas águas, comportando apenas 3,41%.

Diante da possibilidade de aglomerações, principalmente na parede e no distrito de Sangradouro (que compreende Santa Quitéria), a Prefeitura de Varjota já está tomando as providências para evitar a circulação de pessoas que queiram contemplar o cenário. Equipes da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária estão no local.

Imagens ao vivo do local