Teich diz não saber causa de recorde diário em mortes por COVID-19

Teich diz não saber causa de recorde diário em mortes por COVID-19

O ministro da Saúde, Nelson Teich, disse nesta quinta-feira (23) que o governo ainda não sabe o que causou o aumento súbito no número de mortes registradas por COVID-19 nas últimas 24 horas. Entre ontem e hoje, o Brasil registrou 407 mortes em decorrência do novo coronavírus — o maior número em um só dia, e mais que o dobro das 165 vítimas reportadas no dia anterior.

"A gente não sabe se isso representa esforço para fechar os diagnósticos ou se representa uma linha de tendência de aumento", disse Teich em entrevista coletiva em Brasília. "A gente avalia todos os dias o que está acontecendo e, a partir dos dados novos, a gente define as próximas ações".

Um dia depois de dizer que o Ministério da Saúde dará as diretrizes a estados e municípios para a flexibilização de restrições de circulação, Teich evitou se posicionar de forma assertiva sobre a necessidade de isolamento social.

"Defendemos o que é melhor para a sociedade, se for o isolamento, é o que vai ser. Mas se eu puder flexibilizar, dando autonomia para as pessoas e isso não influenciar a doença, é o que eu vou fazer. O que eu defendo é o isolamento na hora certa e saída na hora certa, e isso temos que ver no dia a dia", disse o ministro.

CNN Brasil