Um milhão de trabalhadores tiveram salários e jornadas reduzidos | A Voz de Santa Quitéria
PUBLICIDADE

Um milhão de trabalhadores tiveram salários e jornadas reduzidos

O governo informou, nesta segunda-feira 13, que registra mais de um milhão de trabalhadores que tiveram seus salários e jornadas reduzidos ou contratos suspensos, após celebrarem acordos com os seus patrões durante a pandemia do novo coronavírus.

O índice é contabilizado após a edição da Medida Provisória 936/2020, anunciada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, como uma forma de preservar os empregos. A MP permite negociações individuais para trabalhadores com carteira assinada e que recebem até 3.135 reais, ou que tenham ensino superior e ganham mais de 12,2 mil reais.

Os trabalhadores com salário intermediário também podem negociar individualmente para reduzir 25% da jornada e do salário, mas dependem de acordos coletivos em conjunto com os sindicatos das categorias para mudanças maiores nos contratos.

Por acordo individual, o patrão pode cortar jornadas e salários em 25%, 50% ou 70% por até três meses. Nos acordos coletivos, é permitida a redução em até 100%. Em compensação, o governo promete pagar os trabalhadores com uma proporção do valor do seguro-desemprego (e não do salário normal). A proporção será equivalente ao percentual cortado, em um valor entre 1.045 reais e 1.813 reais.
[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget