Brasil corre risco de se tornar epicentro da pandemia, lamenta governador de SP

Brasil corre risco de se tornar epicentro da pandemia, lamenta governador de SP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que "o Brasil, infelizmente, corre o risco de se tornar o novo epicentro mundial do coronavírus". Segundo Doria, "o vírus está se espalhando rapidamente para cidades menores em todo o País e, em São Paulo, o vírus também se expandiu, segundo dados do Comitê de Saúde, para o interior e o litoral".

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, Doria afirmou que "tem visto manifestações políticas inadequadas" e que o momento não é de "misturar eleição, partido e ideologias" nem de "fazer comício em cemitérios". Doria não mencionou a participação do presidente da República em ato de protesto no domingo contra o Supremo Tribunal Federal e o Congresso. Segundo Doria, "a politização da pandemia custa caro e custa vidas".

O governador de São Paulo elogiou o ministro da Saúde, Nelson Teich, após visita da pasta à cidade de Manaus. De acordo com Doria, "o ministro teve a coragem de ir a Manaus para ver de perto o colapso da Saúde no Estado do Amazonas". Doria também parabenizou Teich pela "decisão acertada" de não afastar o isolamento social.

Estadão Conteúdo