De maneira virtual, Paróquia unirá comunidade pela fé no novenário de Santa Quitéria

De maneira virtual, Paróquia unirá comunidade pela fé no novenário de Santa Quitéria

12 de Maio. No imaginário popular dos quiterienses, um dos dias mais aguardados no ano: a abertura dos festejos da padroeira Santa Quitéria. O mundo de incertezas ainda sob a pandemia do coronavírus, que afeta a rotina da população, também desviou o curso do novenário em sua data tradicional, mas sem abalar a fé do povo.


É bem verdade que não é a primeira vez em que a festa é adiada. No passado, sob a condução de Monsenhor Luís Ximenes, o município enfrentou invernos rigorosos que impedia o povo de vir à cidade e então, era prorrogada para um momento posterior, para que envolvesse toda a comunidade, mantendo a sua história.

Não há nada mais empolgante no mundo do que "as festas de maio", desde a sua programação até a parte social, que movimenta bastante. Os tempos são difíceis, as respostas são curtas e o temor ainda é presente. Sempre muito respeitoso para com a cultura de nossa gente, Padre Fábio Nascimento tem acatado todas as orientações e transmitido para a população diariamente, de maneira zelosa, em forma de esperança.

Durante os próximos nove dias, o ato de orações estará sendo conduzido de maneira virtual, pela Pastoral da Comunicação, tão rica ferramenta que permite a aproximação das famílias, à igreja adentrar em cada recanto do município, pelo amor e pela devoção à padroeira Santa Quitéria. E que no momento oportuno, garantido todas as seguranças e evitados todos os riscos, os fiéis possam se confraternizar novamente.

A todos os quiterienses, sob as bênçãos da Virgem Mártir, entreguemos a condução, acreditando nas mãos habilidosas dos que estão a linha de frente e na fé inabalável deste povo guerreiro. Enxergar a luz no fim do túnel é possível, é acreditar no caminho de luz que sempre iluminou nossa amada Santa Quitéria.

A Voz de Santa Quitéria