Fake News: Sesa não classifica todos os pacientes como suspeitos de coronavírus

Fake News: Sesa não classifica todos os pacientes como suspeitos de coronavírus

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informa que o atendimento a pacientes com suspeita de Covid-19 não interfere no atendimento e diagnóstico de pacientes com outras doenças. Portanto, a notícia que circula de que todos os pacientes estão sendo classificados como Covid-19, nas unidades de saúde do Governo do Ceará, é falsa.

A Sesa esclarece que, na atual situação de pandemia de Covid-19, conforme notas técnicas da própria Secretaria e do Ministério da Saúde (MS), que orientam sobre os protocolos de atendimento nesse período, a recomendação é que os pacientes com sintomas gripais sejam inicialmente atendidos com suspeita de coronavírus.

As pessoas que se encontram com sintomas gripais são encaminhados para a emergência Covid, local onde é feita uma avaliação pela equipe médica e de enfermagem. Dependendo do quadro clínico, o paciente pode ser orientado a fazer isolamento social em casa, ou então, terá indicação de internação na enfermaria ou UTI, dependendo da gravidade, em leitos destinados somente para atender casos da doença.

Quando o paciente tem a indicação de internação, é realizada a coleta swab ou o teste rápido, a depender do tempo em que o paciente começou a apresentar os sintomas, para confirmar ou não a doença. A Sesa informa ainda que os pacientes que já se encontram em atendimento para outras doenças na emergência ou nas enfermarias não Covid dos hospitais e começam a apresentar os sintomas do coronavírus são encaminhados para avaliação na unidade Covid.

As unidades da Sesa seguem criteriosamente os protocolos e fluxos de atendimentos para cada tipo de doença. Os hospitais da rede têm referência em diferentes especialidades médicas, cujo atendimento mantém-se seguro e de qualidade para os cearenses. A Secretaria da Saúde do Ceará ratifica seu compromisso em fortalecer e assegurar um sistema de saúde seguro e de qualidade à população cearense.