Plataformas ajudam pequenos negócios; confira 25 iniciativas

Plataformas ajudam pequenos negócios; confira 25 iniciativas

A forma de proteção mais segura contra o novo coronavírus ainda é ficar em casa, e os micro e pequenos negócios são os que mais sofrem nesse momento, com queda de até 90% do faturamento e previsão de que 40% dos bares e restaurantes fechem. Por isso, grandes empresas têm desenvolvido, ao longo das últimas semanas, campanhas para impulsionar e apoiar os pequenos, seja por meio de plataformas de marketplace e digitalização dos negócios ou pela venda de vouchers.

Uma dessas iniciativas é a Compre Local, uma plataforma da Stone em parceria com a Collact. O principal objetivo é reunir os negócios em uma espécie de marketplace, que permite que o consumidor localize e compre dos pequenos estabelecimentos do seu bairro.

O espaço é gratuito e qualquer tipo de negócio pode se cadastrar, inclusive os autônomos sem CNPJ - estes devem se inscrever utilizando apenas o seu CPF. Uma vez que o empreendimento está cadastrado, os pedidos podem ser realizados pelo WhatsApp, de plataformas de delivery ou até mesmo pelo perfil do Instagram.

Para desenvolver a campanha, ações foram tomadas pela empresa para entender a necessidade dos negócios que atendiam. Segundo Augusto Lins, presidente da Stone, uma das primeiras adaptações foi a criação de um link de pagamento, que pode ser enviado por SMS, WhatsApp ou qualquer aplicativo de mensagens e permite que o cliente pague do próprio celular. 

Outra campanha que busca facilitar a relação entre consumidor e pequenos negócios locais é a Pertinho de Casa, iniciativa da Faesp/Senar-SP, em parceria com o Sebrae-SP e com o apoio de Accenture, Facebook, PagSeguro, Vtex e Yami.

A iniciativa é voltada para os produtores rurais e pequenos varejistas, como feirantes ou donos de hortifrúti, mercearia ou mercadinho. É preciso que preencham de um cadastro no site, informando seu tipo de negócio e área de entrega. Para os consumidores interessados, basta colocar o endereço ou CEP, selecionar a categoria de estabelecimento que procura e escolher de qual deles irá comprar.

Além dessas 2 campanhas mais recentes, reunimos outras 23 plataformas e iniciativas de apoio aos pequenos negócios. Estão divididas em grupos como segmentos variados, restaurantes e bares, beleza e moda. Confira a seguir:

SEGMENTOS VARIADOS

1. Ajude o Pequeno 
Plataforma com conteúdos para o pequeno negócio e um marketplace. Uma vez que o negócio está cadastrado na plataforma, é disponibilizado um acesso às videoaulas com conteúdos multidisciplinares ministradas pelos parceiros, como delivery, vendas on-line, finanças, marketing digital, comunicação etc. O marketplace permite o cadastro dos comércios, dos produtos e liga os empreendimentos a opções de entrega e delivery.

2. Apoie o Pequeno
A plataforma facilita a criação de loja online individual, em que o empreendedor pode colocar seu próprio domínio sem custo. O projeto pretende passar a funcionar como marketplace, em que o cliente poderá escolher produtos pela categoria e pela localização. Os pequenos negócios com até 50 produtos, de qualquer área, podem se inscrever sem pagar taxas. Após a inscrição, uma loja virtual é disponibilizada, com um treinamento passo a passo. 

3. Com a Serasa
O movimento consiste em uma série de lives produzidas pelas próprias pessoas que querem divulgar seus trabalhos de maneira digital, dentro do perfil do Serasa Consumidor no Instagram. Toda segunda-feira a programação semanal é postada, com temas variados: gastronomia, exercícios físicos, empreendedorismo, contador de história, yoga etc. A ideia é tornar o canal um espaço gratuito para promover o trabalho de qualquer microempreendedor ou microinfluenciador.

4. Compre do Bairro
A iniciativa tem o objetivo de capacitar os micro e pequenos empreendedores por meio de temas estratégicos e produzir uma campanha de conscientização dos consumidores, para que haja mudança de hábitos para um consumo maior de negócios locais, dos arredores dos bairros onde vivem.

5. Compre Local
A plataforma funciona como um marketplace e está aberta para qualquer estabelecimento comercial e qualquer consumidor. Todos os interessados podem se cadastrar, inclusive aqueles que não possuem CNPJ. Para o consumidor, basta inserir o CEP ou a localização pelo dispositivo.

6. #EUAPOIO
Plataforma para empresas que não têm acesso a crédito nem operação digital ou suporte para pagamento online. Nela, é possível criar um site próprio e ter uma estrutura de marketing, gratuita, com artes para posts em redes sociais e uma landing page, para apresentar produtos e serviços. Para participar, não é necessário ter vínculo anterior com a fintech, basta inserir os dados do empreendedor, como nome, CPF e telefone.

7. Facebook Cupons
O Facebook disponibilizou para comércios de todos os segmentos a opção de criar e divulgar seus cupons por meio de posts e stories no Facebook e no Instagram. As empresas que quiserem participar podem acessar o site do Impulsione com Facebook e escolher um dos parceiros de e-commerce como Loja Integrada, Nuvemshop e Cora para configurar o cupom. Assim que criado, o cupom também aparecerá em uma notificação no feed do Facebook para as pessoas que estão em um raio de até 15 km daquele estabelecimento. Outra novidade é o adesivo e o botão "pedir refeição" para stories e timeline no Instagram, que levam os consumidores direto para suas páginas nos aplicativos do UberEats e Rappi.

8. Gingo
A plataforma usa a tecnologia e o know how da Flores Online para conectar compradores e vendedores e mostrar comércios próximos para entregas locais. Os lojistas cadastram seus produtos e podem, se quiserem, ficar online para receber seus pedidos. Para o cliente, a vantagem é poder fazer a compra por meio de uma plataforma robusta de comércio eletrônico, em vez de ligar ou pedir pelo WhatsApp.
Site: gingo.com

9. #JuntosPeloSeuNegócio
A iniciativa tem como objetivo criar um marketplace dentro do site Cartão Atacadão, com pequenos e microempreendedores para divulgar gratuitamente seus serviços e contatos. Para ter o próprio negócio dentro do site, o responsável precisa contar sobre o serviço que oferece, preenchendo o formulário oficial da campanha e aguardar a análise para o resultado. Já para o consumidor, basta acessar a plataforma e colocar cidade e Estado. 

10. Parceiro Magalu
A plataforma visa a digitalização de pequenos varejistas. Com o apoio do Sebrae, possui um canal para inclusão dos pequenos no canal do Magalu e também oferece cursos para capacitação. O espaço permite que o pequeno disponibilize seus produtos no site, no app e, futuramente, nas lojas Magalu - por intermédio do Mobile Vendas. Até 31 de julho deste ano, a empresa vai cobrar um percentual de 3,99% por venda, apenas para cobertura dos custos.

11. Pede aí com a Alelo
A campanha Pede Aí com a Alelo possui um site exclusivo para listar os estabelecimentos comerciais que aceitam seus cartões e que trabalham com delivery. O objetivo é consolidar, em um só lugar, as informações para que restaurantes, mercados, padarias, farmácias, pizzarias, hamburguerias, entre outros tipos de estabelecimentos, possam cadastrar e divulgar, gratuitamente, seus serviços e continuar atendendo seus clientes. Os usuários conseguem acessar as opções de estabelecimento que oferecem o serviço, filtrando por região, forma de pagamento ou perfil de comércio desejado.

12. Pertinho de Casa
A campanha tem como público principal os produtores rurais e pequenos varejistas. É preciso que preencham de um cadastro no site, informando seu tipo de negócio e área de entrega. Para os consumidores interessados, basta colocar o endereço ou CEP e selecionar a categoria de estabelecimento que procura.

13. Push do Bem
A Claro envia notificações por push, baseadas em geolocalização, para seus clientes com sugestões de comércios e serviços disponíveis nos bairros. Os comerciantes que desejarem participar do “Push do Bem”, devem se cadastrar por meio do site.

BARES E RESTAURANTES

14. Ajude um boteco
A plataforma permite que o consumidor escolha os botecos que quer ajudar por meio da compra de vouchers para consumir pós pandemia. O consumidor pode optar por voucher de R$ 25, R$ 50 ou R$100 e, a cada compra, a Bohemia custeará 20% do valor dos vouchers. Desta forma, vouchers de consumo de R$ 25 custam R$ 20, vouchers de R$ 50 custam R$ 40, e os de R$ 100 saem por R$ 80 para o consumidor.

15. Apoie um Restaurante
O movimento possui uma plataforma que disponibiliza mais de 100 mil vouchers que, além de restaurantes, também inclui bares, cafeterias e confeitarias. É possível que o consumidor compre um voucher com 50% de desconto, para consumo em um cenário de reabertura dos negócios. 

16. Brinde do Bem
A plataforma funciona como uma espécie de marketplace. Os donos de bares devem entrar, preencher o cadastro e criar gratuitamente uma campanha de arrecadação para seu bar. O consumidor, por sua vez, poderá escolher um estabelecimento e contribuir com os valores predefinidos: R$ 25, R$ 50, R$ 75 e R$ 100. A contribuição do consumidor é revertida em consumação, que pode ser resgatada no bar escolhido assim que as atividades forem normalizadas. 

17. Gentileza Gera Gentileza 
A campanha possui um mecanismo simples que permite a ajuda a bares e restaurantes por meio de vouchers. Todos os vales custam R$ 150 e os créditos podem ser usados a partir de outubro deste ano. É necessário fazer o download do aplicativo Start Play para acessar a plataforma. 

18. Menu da Boa Causa
A ideia da campanha é ajudar a arrecadar capital para abastecer o fluxo de caixa de 40 restaurantes do Rio e de São Paulo, mediante a venda antecipada de vouchers. A venda vai até 17 de maio de 2020, para uso até o fim deste ano. Os interessados devem acessar o site e adquirir um vale de R$ 50 para consumo futuro, e a Credicard dobra o valor. Assim, quando normalizado o comércio, os participantes terão direito ao consumo de R$ 100, sendo que o restaurante receberá os R$ 100 antecipadamente. 

19. Menu do Amanhã
A campanha tem o objetivo de auxiliar os pequenos empresários na área da gastronomia a venderem vouchers antecipados para seus clientes, com custo entre R$ 60 e R$ 200 - para gerar algum tipo de faturamento para esses estabelecimentos em um momento de queda no fluxo de caixa. 

20. Quarentene-se
Por meio da plataforma da FoodPass são vendidos vouchers e cartões-presente de variados restaurantes, que não têm como obrigatoriedade fazer parte da rede Foodpass. Os vouchers e cartões-presente custam a partir de R$ 12 e poderão ser utilizados nos estabelecimentos participantes durante todo o ano, após o fim da quarentena. Como forma de engajar o público, quem fizer a compra receberá um valor de crédito superior ao pago quando for usufruir da recompensa, que pode ir de 10% a 20%.

21. Sabores que amamos
O objetivo é colaborar com restaurantes de Fortaleza realizando a venda de vouchers de R$ 120 agora, para que os clientes possam utilizar posteriormente. O consumidor pode comprar um voucher de R$ 120 por R$ 90. O desconto de 25% é concedido por Minalba Premium e o valor do voucher será repassado integralmente ao restaurante. Para que as casas tenham tempo de restabelecer suas operações, a validade do voucher será de outubro/2020 a março/2021. 

BELEZA

22. Beleza Amiga
A campanha disponibiliza a compra de vouchers de R$ 50 em diferentes salões disponíveis na plataforma. O valor será abatido no valor final de serviços prestados por salões cadastrados quando eles reabrirem e podem ser utilizados até 31 de dezembro de 2020. Além disso, a consumidora que contribuir receberá cupom de desconto no valor de R$ 50 na compra de produtos das marcas L’Oréal Professionnel, Kérastase e Redken, no site, até o dia 30 de junho de 2020.

23. Eu Ajudo meu Salão
Nesta plataforma, o consumidor pode comprar três opções de vouchers: R$ 50, R$ 100 e R$ 2000. Os valores serão abatidos do valor final de produtos adquiridos ou serviços prestados por salões de beleza cadastrados na retomada das atividades, podendo ser utilizados até dezembro de 2020. 

MODA

24. Amaro Collective
A iniciativa possui uma plataforma de e-commerce para outras marcas de moda dentro do site da própria Amaro. O projeto busca utilizar o alcance e expertise de vendas online da empresa para apoiar outros empreendedores durante a pandemia, além de oferecer uma experiência de compra ainda melhor para as clientes.

25. #ApoieoNegocioLocal
A iniciativa visa apoiar o negócio local no app, no site e nas redes sociais, disponibilizando para os parceiros o acesso a uma base de 13 milhões de clientes da Privalia. A campanha também oferece sua expertise em gestão de estoque para que os pequenos empreendedores possam manter o fluxo de caixa, além de estar aberta a auxiliar outras empresas que encontram dificuldade para escoar seus estoques. As marcas locais que tiverem interesse em participar da iniciativa podem entrar em contato pelo site ou no e-mail fornecedores@privalia.com.

Estadão Conteúdo