Políticos de Aurora são suspeitos de facilitar saque do auxílio emergencial, diz PF

Políticos de Aurora são suspeitos de facilitar saque do auxílio emergencial, diz PF

Investigação da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Eleitoral (MPE) que apura um esquema de facilitação do saque do auxílio emergencial de Aurora, na região do Cariri, apontou um vereador, um pré-candidato a prefeito e outra pessoa como suspeitos de envolvimento no caso. Quatro mandados de busca e apreensão foram realizados nesta quinta-feira (21). O nome dos envolvidos não foi divulgado pela PF.

De acordo com o delegado à frente do caso, Bruce Miller, as investigações tiveram início após áudios divulgados nas redes sociais. Nas gravações, um religioso incentiva moradores da cidade a entregar seus documentos para um vereador facilitar a retirada do auxílio emergencial. Aos que aderissem, bastaria esperar receber um cheque com o valor.

"Esse pagamento seria feito com um cheque emitido diretamente pela própria lotérica. Sem a necessidade de filas. Nesse período de pandemia, a população mais vulnerável se torna suscetível de aceitar qualquer tipo de vantagem e essa vantagem eventualmente cria um vínculo psicológico. E elas se sentem obrigadas a votar naquele que facilitou o benefício", esclareceu o delegado. 

O município de Aurora não possui agências bancárias e por esse motivo grandes filas se acumularam na frente da lotérica durante o recebimento do auxílio. Todo o pagamento dos benefícios governamentais está concentrado na casa lotérica, no centro da cidade.

Diário do Nordeste