“Remédio secreto” do Governo Bolsonaro para matar o coronavírus será testado em 500 pacientes

“Remédio secreto” do Governo Bolsonaro para matar o coronavírus será testado em 500 pacientes

O Governo Bolsonaro testará um “remédio secreto” no tratamento da COVID-19. Ao todo, 500 pessoas deverão receber o medicamento. Isso porque, de acordo com a revista Veja, o Itamaraty enviou comunicado a todas as suas representações diplomáticas e postos no exterior com informações sobre os avanços para produção de uma droga eficaz contra a COVID-19.

O documento afirma que o Ministério da Ciência e Tecnologia realizou testes com 2.000 medicamentos considerados eficazes contra o coronavírus. No entanto, o “milagroso” tem eficácia in vitro 94%.

O tal “remédio secreto” pode um vermífugo bastante conhecido pelos brasileiros: o Annita. O medicamento “sem nome” havia sido sugerido pelo ministro da Ciência, Marcos Pontes, ao ex-ministro da Saúde, Henrique Mandetta. “Tem um anti-helmíntico, dizendo que essa linha aqui, que é um vermífugo. Mata muito bem in vitro. E agora vai começar os testes em pessoas. Vermífugo mata vírus.  A cloroquina mata vírus”, declarou Mandetta à época.

Focus.jor