Teich diz que país combate covid-19 com "incapacidade de enxergar" à frente

Teich diz que país combate covid-19 com "incapacidade de enxergar" à frente

O ex-ministro da Saúde, Nelson Teich disse que o Brasil enfrenta a pandemia de covid-19 "em uma situação de absoluta incapacidade de enxergar o que vem pela frente". A declaração foi feita em entrevista à Globo News, em que ele tentou não criar divergências com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ainda assim, afirmou que não sabe o que vai acontecer.

"A gente navega hoje em uma situação de absoluta incapacidade de enxergar o que vem pela frente. Ter uma gestão com instabilidade, ansiedade, medo e polarização é muito difícil. A gente realmente não sabe o que vai acontecer. Como a covid vai evoluir, quanto tempo vai durar? A gente realmente não sabe".

Teich afirmou que existia uma posição diferente entre ele e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o uso da cloroquina. O ex-ministro afirmou que mantinha conversas com o governo federal sobre o assunto e que o presidente foi eleito pela população, que o escolheu para o cargo. Então, a pessoa que deveria sair é ele, Teich.

Em outro ponto da entrevista, o ex-ministro afirmou que caberá a população avaliar a performance do presidente. "O povo vai dizer o que acha dele. Mas eu não vou julgar o presidente agora, não vou fazer isso."

UOL