48,3% dos brasileiros não acham que ‘bandido bom é bandido morto’

48,3% dos brasileiros não acham que ‘bandido bom é bandido morto’


Levantamento do instituto Paraná Pesquisas revela que 48,3% dos brasileiros discordam da frase “bandido bom, é bandido morto”. Ainda assim, 43,9% dizem concordar com a afirmação e 7,8% não opinaram. Entre aqueles com escolaridade até o ensino fundamental, a afirmação é sucesso: 53,9% concordam que “bandido bom, é bandido morto”. Só 37,3% discordam.

As faixas etárias acima de 35 anos concordam com a afirmação da pesquisa. Entre 16 e 34 anos, no entanto, quem discorda é maioria. No Nordeste, há empate técnico: 45,7% concordam que “bandido bom, é bandido morto”, mas 46,1% discordam.

O Paraná Pesquisas entrevistou 2.258 pessoas de 194 municípios nos 26 estados e no DF, entre 23 e 26 de junho.