Águas do São Francisco chegam ao Ceará após 12 anos, com obra inaugurada por Jair Bolsonaro

Águas do São Francisco chegam ao Ceará após 12 anos, com obra inaugurada por Jair Bolsonaro


Após 12 anos de espera, as águas da transposição do rio São Francisco chegaram ao Ceará no início da tarde desta sexta-feira (26), no município de Penaforte (a cerca de 550 km de Fortaleza). A inauguração da obra foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro, que acionou a liberação das águas na divisa entre Pernambuco e Ceará e acompanhou a chegada do fluxo ao Estado ao lado de ministros e apoiadores do governo.

“A recomendação desde o início do governo é que não deixaríamos obra parada, faz parte desse nosso compromisso levar água a quem realmente precisa. (…) E é uma novela enorme, né, que está chegando ao fim”, disse o presidente, em entrevista na barragem de Milagres, em Verdejante (PE).

Bolsonaro não concedeu entrevista em Penaforte, no evento que marcou também sua primeira visita ao Ceará desde que foi eleito presidente da República.


O presidente desembarcou no Ceará pouco antes das 10h, no aeroporto de Juazeiro do Norte. Lá, ele foi recebido pelo prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra (PTB) e o filho dele, deputado federal, Pedro Bezerra (PTB), além do líder da bancada federal, deputado Domingos Neto (PSD), que o presenteou com uma manta de carneiro, típica do município de Tauá, cidade de Domingos, e da região dos Inhamuns. 

Além do presidente, também estiveram presentes o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, também integrou a comitiva.

Antes de seguir até o local da transposição, a comitiva sobrevoou as obras da Ferrovia Transnordestina no Estado.

Diário do Nordeste