Covid-19: Ceará tem mais de 10 mil profissionais da saúde infectados e 23 óbitos

Covid-19: Ceará tem mais de 10 mil profissionais da saúde infectados e 23 óbitos

O Ceará já registra mais de 10 mil casos de Covid-19 em profissionais da saúde. Até esta quinta-feira (18), o número chegou a 10.063, no total. Já os óbitos estão em 23 confirmados pela doença pandêmica. Os dados são da última atualização da plataforma IntegraSUS, às 15h32.

Fortaleza é a cidade com mais registros, com 5.736 casos. Em seguida, aparecem os municípios Sobral, na Região do Cariri, e Caucaia, na Região Metropolitana (RMF), com 493 e 461 casos, respectivamente. Conforme o IntegraSUS, neste mês, até esta quarta-feira (17), a média de diagnósticos diário ficou em 34,6.    

Do total de profissionais de saúde infectados no Estado, 346 têm mais de 60 anos e integram o grupo de risco da Covid-19. Em relação aos óbitos na faixa etária, 13 foram confirmados. Em contrapartida, dos 10.063 casos, 9.358 já foram recuperados.

Segundo os dados da plataforma, entre os casos confirmados, 2.970 são técnicos ou auxiliares de enfermagem; 1.463 são enfermeiros; 1.150 são médicos; 663 são agentes comunitários; 419 são recepcionistas; 274 são agentes de combate a endemias; 223 são técnicos de laboratório; 208 são fisioterapeuta; 210 são condutores de ambulância e 180 farmacêuticos.

No cenário geral, as mulheres seguem sendo as mais acometidas infectadas pela Covid-19, com 7.232 registros, enquanto os homens somam 2.831 casos. Nas profissionais, a faixa etária mais afetada é entre 30 a 34 anos, com 1.243 casos. Já nos homens, o grupo mais acometido é entre 35 a 39 anos, com 517 registros. Em óbitos, 14 profissionais homens e nove mulheres morreram em decorrência da doença.

Diário do Nordeste