Infectado após dar festa de aniversário admite: 'Extrapolou'

Infectado após dar festa de aniversário admite: 'Extrapolou'

“A gente extrapolou. Dia 16 de maio foi meu aniversário e na festa tinham 15, 20 pessoas”, disse um morador da favela do Alto Vera Cruz, na Região Leste de Belo Horizonte, que preferiu não se identificar.

Quatro dias depois ele começou a ter febre, cansaço e calafrios. Depois, perdeu o olfato e o paladar. “Fui fazer o exame e deu positivo para o coronavírus”, disse o morador.

O pai dele, de 52 anos, está internado no Hospital Eduardo de Menezes, referência para a Covid -19. Ele teve falta de ar e chegou a ficar no CTI por quatro dias. “Meu pai tem sobrepeso, problema de pressão. Tiraram a ventilação no fim de semana. Foi um susto pra gente”, contou o morador.

A favela tem mais de 47 mil habitantes e é uma das maiores da capital mineira. “Pessoal aqui está vivendo como se não tivesse nada acontecendo. Churrasco, festa. Essa doença é grave. Olha só como meu pai ficou”, disse o morador.

G1