Medo da Covid-19 leva 76% dos brasileiros a defenderem escolas fechadas

Medo da Covid-19 leva 76% dos brasileiros a defenderem escolas fechadas


Enquanto os dirigentes dos estabelecimentos de ensino privado pressionam para a definição de um calendário de retomada das aulas e, na área pública, os governantes trabalham com a incerteza sobre o momento ideal para o reinício das atividades no setor, uma pesquisa do Instituto Datafolha, publicada, neste sábado, mostra que, para 76% dos brasileiros, as escolas devem continuar fechadas.

Os números do levantamento mostram que 52% dos brasileiros são favoráveis à reabertura do comércio, mas, entre os mesmos entrevistados, apenas 21% defendem que as aulas presenciais sejam retomadas em meio ao cenário de milhares de novos casos de coronavírus.

O medo dos pais e responsáveis em deixarem os estudantes, principalmente, crianças, em aglomerações, gera o receio sobre a volta das atividades nas escolas na segunda quinzena de julho. Os riscos, nesse caso, como avaliam especialistas da área da saúde, não são apenas nos estabelecimentos de ensino, mas, também, nos deslocamentos.

O Datafolha ouviu, por telefone, em todas as Regiões do País, na terça e quarta-feira desta semana, 2.016 pessoas, com diferentes faixas de renda. As aulas nas redes pública e particular estão suspensas desde meados de março em função da pandemia da Covid-19.