Polícia Federal realiza operação de combate à divulgação de pornografia infanto-juvenil no Ceará

Polícia Federal realiza operação de combate à divulgação de pornografia infanto-juvenil no Ceará

No Dia Mundial das Crianças Vítimas de Agressão, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1982, para relembrar todas as vítimas infantis de afogamento, envenenamento, espancamento, queimadura, trabalho infantil e abuso sexual, a Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (4) duas operações para apreender arquivos com pornografia infantil e sua divulgação pela internet.

A Operação Arquivo Proibido, no Ceará, conta com 22 policiais federais e a Operação Storage, no Rio Grande do Norte, com 35. Na região metropolitana de Fortaleza foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e recolhidos celulares, HDs e cartões de memória. Já no RN, estão sendo cumpridos sete mandados também para apreender material que comprove o cometimento dos crimes.

As investigações continuam, em ambos os estados, e podem resultar em novas diligências, após as análises do material pela perícia da PF. Os investigados responderão, de acordo com suas participações, pelos crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei nº 8.069/90.