Primeiro mês de isolamento deixou mais de 8 milhões de pessoas desempregadas no país

Primeiro mês de isolamento deixou mais de 8 milhões de pessoas desempregadas no país

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PnadC) aponta que 8,6 milhões de pessoas deixaram de trabalhar em empregos formais e informais no primeiro mês de isolamento social por conta da Covid-19. Os números são referentes a abril e comparados com igual período anterior.

Com base nos dados oficiais, pesquisadores da Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) estimaram a eliminação mensal de empregos na pandemia.

Em março, mês afetado parcialmente pelo isolamento, a destruição de postos de trabalho havia atingido 2,3 milhões de pessoas na comparação com o mesmo período de 2019.