Sistemas Penitenciário e Socioeducativo do Ceará ultrapassam mil casos confirmados de Covid-19

Sistemas Penitenciário e Socioeducativo do Ceará ultrapassam mil casos confirmados de Covid-19


A Covid-19 avança nos sistemas Penitenciário e Socioeducativo do Ceará. Até a última sexta-feira (26), eram 1.065 casos confirmados da doença entre presos, policiais penais, adolescentes em conflito com a lei e socioeducadores. A maioria dos casos (903) foram registrados nos presídios. Houve cinco mortes, sendo dois presos, um diretor de centro socioeducativo e um policial penal.

Em duas unidades do Interior, o número de presos infectados supera o número de internos no mesmo local que não positivaram para Covid-19.

O Tribunal de Justiça do Ceará informou por meio do Comitê de enfrentamento à Covid-19 nos sistemas prisional e socioeducativo no Ceará que na Unidade Prisional em Caridade 82 detentos testaram positivo. Na Unidade Prisional de Trairi também há dados alarmantes. 56 dos 74 presos foram infectados pelo novo coronavirus.

O desembargador Henrique Jorge Holanda Silveira, supervisor do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF) disse que o avanço dos casos está sendo acompanhado para minimizar os efeitos da pandemia nos sistemas. "Assusta um pouco os números destas cidades, mas são quase 22 mil internos no Estado. O número de infectados é pequeno com relação ao universo todo. Há muita testagem e as preocupações são pertinentes", afirmou Henrique Jorge.

Apesar das estatísticas, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) disse por nota que não existe surto de Covid-19 nas unidades mencionadas.

Diário do Nordeste