Vereadores de Santa Quitéria voltam atrás, não farão mais sessão e culpam Camilo Santana

Vereadores de Santa Quitéria voltam atrás, não farão mais sessão e culpam Camilo Santana

Menos de 24 horas depois de anunciar o retorno das suas atividades, a Câmara Municipal de Santa Quitéria comunicou na manhã de hoje (03), que não realizará a sessão ordinária que estava marcada para a próxima sexta-feira (05). A justificativa surpreende: o decreto do governador Camilo Santana, publicado no sábado passado, que prorroga o isolamento social, no entanto, não proíbe que o Legislativo exerça suas atividades.


A reunião ocorreria a portas fechadas e os vereadores uns distantes dos outros, mas optaram por esticar as "férias" forçadas decretadas ainda em março, quando foram suspensas as sessões.

Desde o início da pandemia do coronavírus, que já contaminou mais de 300 quiterienses e vitimou 11 destes, a Casa só se reuniu uma única vez, em 14 de abril. No mês de maio, em que houve a explosão de casos no município, o Legislativo foi instado várias vezes a apresentarem ações, cobrar medidas mais rígidas e prestar homenagens as vítimas da doença, porém os quiterienses receberam como volta o silêncio.

Em tempo 1
Nas redes sociais da Câmara, não foi mencionado se realizarão ou não sessões virtuais, como outros municípios estão fazendo.

Em tempo 2
Categorias valorosas do Município e que ganham menos, como os professores, estão trabalhando diariamente via videoconferência. Mas a Câmara não pode.