Com nota de R$ 200, real ganha cédula de novo valor pela primeira vez em 18 anos

Com nota de R$ 200, real ganha cédula de novo valor pela primeira vez em 18 anos


A criação da nota de R$ 200 anunciada nesta quarta-feira (29) pelo Banco Central faz parte de uma história de raras mudanças na gama de cédulas de real desde o início de circulação da moeda. Trata-se de um novo valor pela primeira vez desde 2002.

A nova cédula deverá entrar em circulação no final de agosto, e a previsão é que sejam impressas 450 milhões de cédulas em 2020.

Há 18 anos, era lançada a nota de R$ 20, último lançamento de quantia em nota no país. Um ano antes, em 2001, surgiu a nota de R$ 2. No meio tempo, houve a aposentadoria da nota de R$ 1, em 2005.

Neste mês, o governo teve um gasto extra de R$ 437 milhões para impressão de cédulas, com o objetivo de imprimir R$ 100 bilhões adicionais em dinheiro de papel. A crise do novo coronavírus foi um dos motivos para o aumento da procura, que levou as pessoas a "entesourarem" recursos em casa.

O animal escolhido para a nova nota, o lobo guará, foi o terceiro colocado em uma pesquisa feita pelo Banco Central em 2000.