Funai destinou menos R$ 0,05 por dia a indígenas cearenses no combate à Covid-19

Funai destinou menos R$ 0,05 por dia a indígenas cearenses no combate à Covid-19

Segundo a Sesai, o Ceará já registra mais de 300 casos confirmados da Covid-19 e quatro óbitos | Foto:  Iago Barreto — Foto: Iago Barreto

A Fundação Nacional do Índio (Funai) destinou um total de R$ 136.670 para ações voltadas aos povos indígenas do Ceará durante a pandemia de Covid-19. Apesar disso, o valor representa um investimento per capto inferior a R$ 0,05 (5 centavos) por dia para os 35.757 indígenas cearenses.

O valor foi destinado no período de 15 de março, início oficial da transmissão do novo coronavírus no estado, até 22 de junho, 100 após o primeiro caso confirmado da doença. O recurso foi destinado por meio da Coordenação Regional Nordeste II, em Fortaleza.

As informações foram repassadas ao G1 pela Fundação Nacional, que informou, em nota, que o orçamento para o ano de 2020 é realizado com base em "um identificador para atividades similares, executadas para o alcance dos objetivos de um Programa de Governo”.

A Funai ressaltou, ainda, que o responsável pela saúde indígena é o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai). 

Segundo o último boletim público da Sesai, divulgado nesta quinta-feira (2), o Ceará já registra 328 casos confirmados da Covid-19 em indígenas. Destes, 97 indígenas estão doentes atualmente. Outras 76 pessoas apresentam quadro suspeito.

Isso significa que o indígena tem sintomas respiratórios, saiu da aldeia e retornou nos últimos 14 dias de um local com transmissão; ou apresenta sintomas respiratórios e não saiu da aldeia, mas teve contato com caso suspeito ou confirmado nos últimos 14 dias.

Até esta quinta-feira (2), um total de quatro indígenas perderam a vida por conta da doença no Ceará. Segundo a Sesai, já foram registradas 227 curas clínicas.

G1