Live de pagode no Rio de Janeiro é interrompida por invasão policial e tiroteio

Live de pagode no Rio de Janeiro é interrompida por invasão policial e tiroteio


O grupo de pagode Aglomerou passou por um susto na tarde deste domingo, 26, enquanto gravava uma live show em uma casa localizada em Angra dos Reis, Rio de Janeiro. No momento da gravação, uma operação policial aconteceu em uma residência vizinha a que os integrantes estavam e resultou na invasão de agentes e em um tiroteio, interrompendo a gravação.

Na ocasião, os músicos foram surpreendidos não apenas pelo barulho dos disparos, mas também por policiais que entraram no imóvel em que eles estavam alocados. A filmagem permitiu o registro do momento em que um agente se aproximou mascarado, com uma arma nas mãos, dando sequência ao barulho dos tiros e ainda o de uma aeronave sobrevoando o ambiente. 


A live foi rapidamente interrompida e assustou os fãs e demais pessoas que acompanhavam o momento e que ficaram sem entender o que havia acontecido. Minutos depois, os integrantes gravaram um vídeo acalmando os seguidores e explicando o que realmente aconteceu.

O vocalista do grupo, João Victor, falou pela banda e justificou o ocorrido como "engano". De acordo com o integrante, os policiais estavam fazendo uma operação na casa vizinha e acabaram entrando na locação dos músicos por equívoco, mas garantiu que todos estavam bem e que live seria remarcada.

O Povo Online