Tamboril: Mãe presa e irmão apreendido por participação na morte da jovem Diélica

Tamboril: Mãe presa e irmão apreendido por participação na morte da jovem Diélica


O delegado de Polícia Civil de Tamboril Dr. Luiz Arthur e uma equipe de inspetores prenderam na tarde desta quinta-feira (16), a mãe e o irmão da jovem Diélica Teixeira, 19 anos, morta no Distrito de Sucesso no dia 20 de junho.

Antonia Ferreira Teixeira, conhecida como “Diana”, mãe da vítima é acusada de falso testemunho, omissão de socorro e associação criminosa. O outro preso é o irmão da vítima. Um menor de 15 anos, com uma extensa ficha de ações delituosas, tenso sido apreendido por 45 dias em um centro de atendimento a menores infratores. Ele é acusado de homicídio culposo, porte ilegal de arma e omissão de socorro.

Diélica foi morta por um tiro efetuado pelo irmão, conhecido como “Riquelme”. Segundo a investigação conduzida pelo delegado, ele e um comparsa que não teve a prisão decretada, estavam brincando de roleta russa com um revólver, quando o irmão apontou a arma para Diélica e disparou. O tiro acertou a nuca da vítima.

Segundo a investigação, a mãe teria tido para a polícia que o disparo foi efetuado por um homem encapuzado. Durante a investigação Dr. Luiz Artur descobriu que a versão da mãe, era fictícia.

Em depoimento à polícia, o menor assumiu ter sido ele o autor do disparo. A arma, um revólver, calibre 32, numeração raspada foi apreendida pelo delegado e sua equipe. O laudo pericial comprovou que a bala que matou Diélica, saiu da arma apreendida.

A polícia civil da uma resposta à população de Tamboril e elucida um crime que tinha tudo para ficar na impunidade.

Manuel Sales