Agricultores do sertão do Ceará retomam produção de algodão após quase 40 anos

Agricultores do sertão do Ceará retomam produção de algodão após quase 40 anos


Agricultores do sertão do Ceará estão retomando a produção de algodão no estado com ajuda de pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e governo estadual.

O Ceará já foi o maior produtor de algodão do Nordeste e um dos principais do país, mas, na década de 1980, a praga do bicudo-do-algodoeiro praticamente extinguiu a produção. Naquela época, o estado perdeu 1,2 milhão de hectares da cultura.

Por causa do trauma, a volta da cultura ainda é tímida. Para viabilizar o retorno da atividade, o governo do Ceará criou um projeto de modernização do algodão e a Embrapa faz testes para escolher as sementes mais apropriadas para a região.