Após clientes passarem mal, Polícia de Santa Quitéria aprende medicamentos sem registro em Lisieux

Após clientes passarem mal, Polícia de Santa Quitéria aprende medicamentos sem registro em Lisieux


A Polícia Civil de Santa Quitéria cumpriu um mandado de busca e apreensão nesta quarta-feira (05) no distrito de Lisieux, em uma residência que funcionava como distribuidora de compostos alimentares.

A ação partiu de relatos feitos por duas pessoas na Delegacia, em que teriam passado mal após ingerir estes medicamentos comercializados pela empresa. Em laudo pericial provisório, constatou-se que as medicações não possuem registro na Anvisa, além de indícios de que sejam falsificados, incidindo no crime de produto com fins terapêutico/medicinal sem registro da autoridade sanitária.

Os policiais apreenderam uma sacola com vasta quantidade de medicamentos, assim como recibo de vendas, uma quantia de R$ 308 em espécie e um aparelho celular. Neste, constatou-se que o seu proprietário armazenava vídeos de pornografia infantil, tendo sido imediatamente autuado em flagrante baseado no Estatuto da Criança e do Adolescente.