Centec doa equipamentos e profissionaliza produção de mel em Santa Quitéria

Centec doa equipamentos e profissionaliza produção de mel em Santa Quitéria


O Centro Vocacional Tecnológico de Santa Quitéria, disponibilizou, por meio de uma parceria com a Secretaria de Agricultura, dois kits de extração de mel para a Associação Comunitária dos Apicultores do município, que possui 63 associados e produz, anualmente, cerca de 10 mil quilos de mel. Com o equipamento, há menor desperdício e maior qualidade da produção. Mesmo no período de isolamento social, produtores rurais continuam as atividades, seguindo o protocolo recomendado.

Três produtores da comunidade de Lagoa Grande extraíram nos meses de maio e junho, 250 kg de mel. Segundo um dos apicultores, Aldair Martins, “antes tínhamos que cortar os favos de mel e espremê-los à mão. Hoje, a facilidade é grande. Temos centrífuga, mesa alperculadora, derretedor e laminador de cera, decantadores, cilindro alveolador de cera e, por isso, não temos nenhum contato direto com o mel, o que também otimizou o nosso tempo”, explica.

O coordenador do CVT, Lucileudo Gomes, ressalta a importância econômica e social da apicultura para a sobrevivência de quem depende da agricultura familiar, “principalmente em anos em que o ‘inverno’ não é bom. As nossas capacitações e os equipamentos doados fizeram com que os apicultores deixassem de beneficiar o mel de forma rústica para ter uma produção mais eficiente e proporcionando, consequentemente, uma melhor renda e melhor qualidade de vida para suas famílias”, destaca.

A parceria do Centec com a Associação de Apicultores em Santa Quitéria e Secretaria de Agricultura existe desde 2019, por meio de uma articulação da Diretoria de Extensão Tecnológica e Inovação (DETI) e o apoio da Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece). Foi nesta época, que o Centec cedeu dois kits de extração e beneficiamento do mel.

Já a Secretaria Municipal disponibiliza técnicos para o acompanhamento dos produtores, apoio técnico e logístico para a produção, extração e envasamento do mel, com o transporte dos equipamentos às unidades de produção, para que cada grupo de apicultor os utilize durante a colheita. Um técnico do CVT também acompanha as atividades.