Covid-19 pode se espalhar mais facilmente nas escolas do que se pensava

Covid-19 pode se espalhar mais facilmente nas escolas do que se pensava


Um relatório do CDC (sigla para Centros de Controle e Prevenção de Doenças), principal órgão de saúde dos Estados Unidos, indica que o novo coronavírus pode se espalhar mais facilmente nas escolas — em um cenário de volta às aulas — do que se pensava até aqui e alerta para os riscos de uma reabertura escolar.

As crianças, mesmo assintomáticas, podem desempenhar um papel importante na transmissão comunitária da covid-19, segundo destaca hoje o The Guardian. Exemplos do que ocorreu recentemente no estado da Geórgia (EUA) e em Israel levaram à conclusão.

Nesta semana, 260 funcionários em um dos maiores distritos escolares da Geórgia foram impedidos de entrar em suas escolas para planejar a reabertura porque eles tinham o vírus ou estavam em contato com um indivíduo infectado.

Igualmente preocupante, segundo o relatório, foi o fato de que — ao contrário das teorias anteriores sobre a disseminação da doença em crianças — crianças mais novas, assim como aquelas que passaram mais tempo no acampamento, pareciam mais propensas a serem infectadas.

William Hanage, epidemiologista da Universidade de Harvard, resumiu o dilema para o Guardian: "Se a transmissão da comunidade é baixa, os custos para as crianças de manter as escolas fechadas são muito maiores do que mantê-las abertas. No entanto, se a transmissão da comunidade for alta ou crescente, a abertura de escolas só poderá aumentar a transmissão, só não está claro o quanto".

UOL