Inmet emite alerta de 'perigo' para baixa umidade do ar no interior do Ceará; confira cidades

Inmet emite alerta de 'perigo' para baixa umidade do ar no interior do Ceará; confira cidades


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, nesta segunda-feira (17), um alerta de “Perigo” pela baixa umidade para 43 municípios cearenses. Isso acontece quando a umidade relativa do ar varia entre 12% a 20%, oferecendo riscos para a saúde humana e também de incêndios florestais. O aviso vale até amanhã (18), às 18h.  

Além disso, o Inmet emitiu um alerta de “Perigo Potencial” para 55 municípios cearenses, quando a umidade relativa do ar varia entre 20% a 30%, oferecendo um risco mais baixo de incêndios e à saúde. A publicação também é válida por igual período.  

Os municípios que receberam estes alertas estão, em sua maioria, nas regiões do Cariri cearense, Inhamuns e na região Centro-Sul, mas também contempla alguns territórios do Sertão-Central.  

Os municípios em alerta de “Perigo” são: Abaiara, Aiuaba, Altaneira, Antonina Do Norte, Araripe, Arneiroz, Assaré, Aurora, Baixio, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Cariús, Catarina, Cedro, Crato, Farias Brito, Granjeiro, Icó, Iguatu, Ipaumirim, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Jucás, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Nova Olinda, Parambu, Penaforte, Porteiras, Potengi, Saboeiro, Salitre, Santana do Cariri, Tarrafas, Tauá, Umari e Várzea Alegre.  

Já os municípios em “Perigo Potencial” são: Acopiara, Alto Santo, Arneiroz, Banabuiú, Boa Viagem, Brejo Santo, Catarina, Cedro, Choró, Crateús, Deputado Irapuan Pinheiro, Ererê, Ibaretama, Ibicuitinga, Icó, Iguatu, Independência, Ipaporanga, Iracema, Jaguaretama, Jaguaribara, Jaguaribe, Jardim, Jati, Jucás, Limoeiro do Norte, Madalena, Mauriti, Milhã, Mombaça, Monsenhor Tabosa, Morada Nova, Nova Russas, Novo Oriente, Orós, Parambu, Pedra Branca, Penaforte, Pereiro, Piquet Carneiro, Poranga, Potiretama, Quiterianópolis, Quixadá, Quixelô, Quixeramobim, Quixeré, Saboeiro, Senador Pompeu, Solonópole, São João do Jaguaribe, Tabuleiro do Norte, Tamboril, Tauá, Umari.  
  
A baixa umidade do ar pode causar ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz, entre outros.

Diário do Nordeste