Ministro da Saúde recebe defensores do uso de ozônio pelo ânus para combater a Covid-19

Ministro da Saúde recebe defensores do uso de ozônio pelo ânus para combater a Covid-19


Eduardo Pazuello, ministro interino da Saúde, recebeu na última segunda-feira (03) os defensores da aplicação retal de ozônio para combater o novo coronavírus. O método, que não tem eficácia cientificamente comprovada, ganhou destaque nacional depois que Volnei Morastoni (MDB), prefeito de Itajaí (SC), defendeu oferecer o tratamento na cidade catarinense.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) desaconselha o uso do ozonio, alertando que é uma prática apenas experimental, permita somente em estudos. Apesar disso, Morastoni diz que sua gestão oferece o tratamento aos pacientes que desejarem tratar Covid-19 por esse método.

Morastoni é médico e fez o anúncio em uma live em uma rede social na noite desta segunda-feira (03). Ele diz ter inscrito a cidade na Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa), ligada ao Ministério da Saúde, para integrar um protocolo de pesquisa sobre o uso do ozônio.

"Provavelmente vai ser uma aplicação via retal, uma aplicação tranquilíssima, rapidíssima, de dois minutos, num cateter fininho e isso dá um resultado excelente", afirmou Morastoni na live.

Yahoo Notícias