Moradores têm terceiro dia de retorno às casas em Jati

Moradores têm terceiro dia de retorno às casas em Jati


De acordo com as inspeções realizadas, a barragem de Jati já está devidamente segura. Entretanto, o medo de quem acompanhou o primeiro estrondo, o barulho da sirene e fugiu de casa com a roupa do corpo após o vazamento de uma tubulação, ainda se faz presente. 

Nesta quinta-feira (27), completa três dias que os moradores da região estão voltando as suas residências aos poucos. As empresas do consórcio operador da barragem e a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil seguem acompanhando as famílias, da saída ao retorno, com o fornecimento de alimentos e, em alguns casos, no translado de volta com a mobília. 

Os mapas entregues pelo consórcio operador da barragem, que serviram para as famílias reconhecerem se suas casas estão dentro da "área de inundação", agora são uma georreferência do medo, pelo menos neste primeiro momento de retorno.

Na última terça-feira (25), o Ministério do Desenvolvimento Regional liberou R$ 100 mil para ajudar na assistência às famílias atingidas pela evacuação.

Novas datas de conclusão 
O trabalho de recuperação está acontecendo dia e noite e deve ser concluído até o fim do mês. Foi o que informou, Tiago Portela, coordenador de obras e fiscalização do Ministério do Desenvolvimento Regional. "A prioridade total e plena é restabelecer a parede que foi erodida pelo jato da água. A gente está trabalhando 24 horas por dia, cerca de 200 pessoas envolvidas e cerca de 100 equipamentos mobilizados".

Diário do Nordeste